Mais de 300 mulheres trabalham em telemarketing na Lassance Cunha, desafiando decreto para barrar coronavírus
Mais de 300 mulheres trabalham em telemarketing na Lassance Cunha, desafiando decreto para barrar coronavírus

facePlantão Regional
perm_contact_calendar20 Maro, 2020 17:26:00


A redação recebeu denúncia que a empresa Proativa Serviços de Telemarketing Ltda. mantém trabalhando mais de 300 mulheres em prédio na rua Lassance Cunha – Centro, desobedecendo Decreto Municipal Nº 6231 que restringe atividades que proporcionem a aglomeração de pessoas.



As medidas visam conter a propagação do coronavírus na cidade e o número de funcionárias confinadas no espaço causou temor entre as mesmas.


A empresa – que tem como sócios identificados como Rafael Viana e Dayvisson - funciona em um prédio de três andares. As centenas de funcionárias alternam em turnos de 9h às 14h e de 14h às 19h.


A denúncia e preocupação é com as consequências virais que centenas de mulheres podem se expor ao se locomoverem de casa para o trabalho e vice-versa.


Amigos e familiares das funcionárias pedem fiscalização de órgãos competentes. Conforme apurou a redação, a Secretaria de Saúde estaria com dificuldades em entrar no imóvel e verificar a situação.


Em contato com os representantes da empresa por telefone, os mesmos afirmaram que vão se pronunciar em momento oportuno - ainda hoje - em comunicado a ser enviado para a redação.


A Vigilância Sanitária informou que não pode fazer nada a respeito porque o decreto 6231 apenas recomendava o não funcionamento. No entanto, novo decreto será divulgado, o de número 6233, que prevê novas restrições – inclusive estabelecendo regras para determinados tipos de serviço.

Em instantes, confira na íntegra o novo decreto e determinações. Matéria em atualização.


Veja vídeo que circula nas redes sociais flagrando a movimentação intensa das funcionárias no momento que batiam cartão de ponto às 14h desta sexta-feira (19):

 



  • Prédio onde funciona a empresa
Facebook WhatsApp