PUBLICIDADE



PLANTãO REGIONAL

SETE LAGOAS

16, Setembro de 2020

Taxa de letalidade da Covid em Sete Lagoas se mantém em 1,77% e 94.5% dos pacientes estão curados

Os casos suspeitos de síndrome gripal inespecífica tiveram alta de 1% entre ontem e hoje, segundo o Boletim Epidemiológico de Sete Lagoas, com 791 pessoas sendo monitoradas pela Secretaria Municipal de Saúde e 7.817 exames negativos para Covid desde o início da pandemia. O número de casos positivos agora é de 2.249, com a confirmação de mais 23 contaminações: 12 mulheres e 11 homens. Entre os contaminados, 14 se encontram internados, 68 se recuperam em isolamento domiciliar e 2.127, ou seja, 94,5%, já curados. A cidade segue com 40 óbitos desde o início da pandemia. 

A taxa de letalidade da Covid em Sete Lagoas se mantém em 1,77%. No estado de Minas Gerais, essa taxa é de 2,5%. Já no Brasil, o índice hoje é de 3%. Comparando Sete Lagoas com outras cidades mineiras com população semelhante, entre 220 mil e 280 mil habitantes, o índice de mortes por contaminados em Divinópolis é de 3,92% (1.197 contaminados e 47 óbitos); em Governador Valadares é de 3,55% (6.465 contaminados e 230 óbitos); em Ipatinga é de 2,1% (7.938 contaminados e 167 óbitos); e em Santa Luzia é de 4,48% (1.718 contaminados e 77 óbitos). As informações foram retiradas do Boletim Epidmiológico do Governo de Minas desta quarta-feira.

Hospitalizados
Os hospitais de Sete Lagoas têm hoje 30 pacientes internados com Síndrome Respiratória Aguda Grave, 20 deles em enfermaria e 10 em UTI. A taxa de ocupação de leitos de UTI Covid na cidade, somando-se os do SUS e os da saúde suplementar, está hoje em 16,4%. Entre os 10 pacientes internados em UTI, sete são de Sete Lagoas, dois de Paraopeba e um do Estado do Tocantins.

No Hospital Municipal são seis pacientes internados na Ala Covid (dois deles em UTI), no Hospital Nossa Senhora das Graças são 22 internados (nos leitos do SUS são oito em enfermaria e sete em UTI), no Hospital da Unimed há um paciente em UTI e na UPA há mais um internado, em enfermaria. A taxa de ocupação de leitos Covid do SUS na cidade está hoje em 19,5%. Entre os 30 pacientes internados, 18 já testaram positivo para Covid, dois tiveram resultado negativo e dez aguardam resultados de exames.