PUBLICIDADE



PLANTãO REGIONAL

SETE LAGOAS

24, Setembro de 2020

Sete Lagoas mapeia bairros com mais óbitos por Covid e Minas Consciente inclui cursos de graduação na onda amarela

Com uma alta de 1% nas notificações de casos suspeitos de Covid-19 nas últimas 24 horas, Sete Lagoas tem hoje 820 pessoas com sintomas gripais sendo monitoradas pela Secretaria Municipal de Saúde. Os testes com resultado negativo já somam 8.611 desde o início da pandemia.

Um óbito suspeito de Covid foi registrado ontem. Uma mulher de 91 anos que estava internada no Hospital Municipal. O total de óbitos confirmados em Sete Lagoas desde o início da pandemia continua em 45.

Entre ontem e hoje, foram registrados 40 novos casos na cidade: 22 mulheres e 18 homens. Assim, Sete Lagoas chega a um acumulado de 2.502 casos positivos desde março, entre eles, 45 óbitos, 18 hospitalizados, 95 em isolamento domiciliar e 2.344 já recuperados, o que equivale a 93,7% dos contaminados.

Hospitalizados

Entre pacientes de Sete Lagoas e de outras cidades da região, hoje são 34 internados por causas respiratórias, sendo 22 em leitos de enfermaria e 12 em UTI. Nos leitos de UTI são sete pacientes de Sete Lagoas. A taxa de ocupação no SUS e na rede particular está em 19,7%.

No Hospital Municipal há sete internados (três em UTI), no Hospital Nossa Senhora das Graças são 17 internados (em leitos do SUS são seis em enfermaria e seis em UTI) e no Hospital da Unimed são dez pacientes com Síndrome Respiratória Aguda Grave (dois em UTI). Não há pacientes na UPA. 

A taxa de ocupação de leitos de UTI Covid do SUS na cidade é hoje de 19,6%. Entre os 34 internados, 26 já testaram positivo, sendo 18 deles de Sete Lagoas, dois de Paraopeba, e um de Prudente de Morais, Capim Branco, Abaeté, Arcos, e dos estados de São Paulo e  Tocantins. Há ainda três pacientes com resultado negativo e cinco esperando resultados de exames.

Estatísticas
A Superintendência de Vigilância Epidemiológica do município apresentou hoje estatísticas atualizadas sobre os óbitos causados por Covid em Sete Lagoas. Entre os óbitos, 89% tinham acima de 60 anos de idade, 67% eram homens e em 99% dos casos, os pacientes tinham alguma comorbidade. Entre as principais doenças associadas, estão cardiopatia (33%), diabetes (16%), problemas pulmonares (8%), renais (7%), câncer (6%), pneumopatia (5%), obesidade (5%), hipotireoidismo (3%), dislipedemia (2%) e parkinson (1%). Lembrando que os casos que evoluíram a óbito podem ter mais de uma comorbidade. Do 45 óbitos confirmados, apenas um não tinha comorbidade.

Já entre os bairros com mais mortes por Covid em Sete Lagoas, estão Progresso e Nossa Senhora das Graças, com cinco casos cada um, e os bairros Nova Cidade, Centro, São Dimas e JK, com dois casos cada. Outros 27 bairros tiveram um óbito cada até o momento.

Minas Consciente
O Programa Minas Consciente, do Governo de Minas, teve nova atualização nesta quarta-feira, 23. O Comitê Extraordinário Covid-19 decidiu que os cursos de educação superior, incluindo graduação e pós-graduação, além de cursos de formação livres, estarão aptos a retornar às atividades presenciais nas regiões inseridas na onda amarela, como é o caso de Sete Lagoas. 

As aulas nessas instituições estão autorizadas a partir da publicação do protocolo sanitário da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG), previsto para a próxima semana, com recomendações como distanciamento social e uso de máscaras. Já a educação básica, incluindo a educação infantil e os ensinos fundamental e médio, poderão retornar presencialmente apenas nas regiões incluídas na onda verde do Minas Consciente. 









Contato

plantaoregional@gmail.com

(31)99986-1038


© 2020 Plantão Regional 24 Horas: Seu portal de notícias 24 Horas