PUBLICIDADE



PLANTãO REGIONAL

SETE LAGOAS

30, Outubro de 2020

VERGONHA - Site bancado por Douglas Melo divulga mais fake news e usa CPF falso em suposta acusação

Mais uma matéria falsa circulou na internet e nas redes sociais nesta quinta-feira, 29 de outubro, com mentiras sobre a gestão do prefeito Duílio de Castro, sempre envolvendo os mesmos sites e perfis. Desta vez, uma matéria publicada pelo desconhecido site

Distorcendo a informação, o site "Mega Cidade" foi ainda mais além, e afirmou, no título da matéria falsa, haver "empresas fantasmas e superfaturamento", enquanto tratou apenas o desvio de recursos como "suspeita". O principal problema, no entanto, é o suposto denunciante. Em consulta pelo CPF 083.216.126/87 junto ao site do Tribunal de Justiça de Minas Gerais, o mesmo pertence a outra pessoa, o advogado José Antônio Ribeiro de Toledo, com endereço de Belo Horizonte, e não a José Antônio Aguiar Moreira, o suposto residente em Sete Lagoas. Trata-se, a princípio, de falsidade ideológica.

Não é a primeira vez que páginas pró-deputado Douglas Melo cometem tal crime. Há cerca de três meses um site chamado "7lacontece" foi retirado do ar por decisão judicial após ficar constatado que seu registro havia sido feito por meio de um CPF de uma pessoa com nome de outra. O site publicava matérias positivas sobre Douglas Melo e fake news contra a gestão de Duílio de Castro.

Após a descoberta do CPF falso, os sites Bem Minas e Mega Cidade retiraram a informação de suas matérias, porém, a informação pode ser consultada no cachê da busca do Google. O site ClickSete e o blogueiro Júnior Sousa, ambos aliados do deputado Douglas Melo, também divulgaram a fake news, inclusive mantendo o CPF fake. Todos eles podem ser representados criminalmente e também na Justiça Eleitoral por compartilhar fake news. No caso de Júnior Sousa, que também é candidato a vereador, pode culminar inclusive em impugnação de sua candidatura.

Muito dinheiro

No caso do Mega Cidade, seu envolvimento com o deputado é financeiro e não vem de hoje. Somente em 2019 foram 11 parcelas da verba parlamentar (dinheiro público) a que o deputado tem direito, no valor de R$ 1.640, e em 2020, até julho, mais sete parcelas com o mesmo valor. A prestação de contas de setembro ainda não foi apresentada pelo deputado, mas se considerar o pagamento religioso ao Mega Cidade, o valor total, desde janeiro de 2019, pode superar os R$ R$ 30 mil. É como se o parlamentar utilizasse de recurso público para divulgar matérias benéficas a si e contrárias (no caso, fake news) a seu maior adversário nessas eleições: o prefeito Duílio de Castro. Isso, claro, à margem da prestação de contas da campanha eleitoral.

Segundo o secretário municipal de Saúde, Dr. Flávio Pimenta, trata-se de um processo fiscalizatório normal, realizado rotineiramente pelo Ministério Público e o Tribunal de Contas. "Todos os processos de compra são enviados aos órgãos fiscalizadores e, até o momento, não houve nenhum apontamento de irregularidade. Nenhuma das empresas listadas na matéria têm qualquer impedimento licitatório, estando todas devidamente regularizadas, segundo a Lei de Licitações 8.666", afirmou o secretário.

Em sua rede social, o prefeito Duílio de Castro também se pronunciou. "Quanto mais próximo das eleições, mais fake news a oposição solta. Temos três órgãos de controle na Prefeitura: o compliance exatamente para fazer uma boa governança. Temos ainda a Controladoria, para não deixar cometer erros nas compras. E ainda montamos uma comissão especial para apurar e fazer auditoria em todas as compras do Município", justificou o prefeito. Após a descoberta do esquema de uso de CPF fantasma, as matérias fake foram editadas pelos sites, porém, o cache da busca do Google mantém a informação falsa, conforme o link: https://www.google.com/search?q=megacidade+%22jos%C3%A9+ant%C3%B4nio+aguiar+moreira%2C+CPF+083.216.126%2F87%22&rlz=1C1GCEA_enBR858BR858&oq=megaci&aqs=chrome.0.69i59l3j69i57j69i60l2j69i61l2.1039j0j7&sourceid=chrome&ie=UTF-8

Vídeo que mostra o uso do CPF fantasma: https://youtu.be/nZnqzKrUhAY

Vídeo de resposta do prefeito Duílio de Castro https://youtu.be/Q3QMmfXgIlY