PUBLICIDADE



PLANTãO REGIONAL

SETE LAGOAS

05, Novembro de 2020

Sete Lagoas segue há 17 dias sem novos óbitos por Covid-19

Com uma alta de 0,4% nas notificações de casos suspeitos de Covid-19 nas últimas 24 horas, Sete Lagoas tem hoje 296 pessoas com sintomas gripais sendo monitoradas pela Secretaria Municipal de Saúde e 1.494 pessoas que já tiveram este acompanhamento concluído. Os testes com resultado negativo já somam 11.130 desde o início da pandemia.

Nas últimas 24 horas, 14 novos casos positivos foram confirmados: nove mulheres e cinco homens. A cidade segue há 17 dias sem novos óbitos em decorrência de complicações da Covid. Assim, Sete Lagoas soma 3.237 contaminações desde o início da pandemia, entre eles, 61 óbitos, quatro hospitalizados, 38 pessoas em isolamento domiciliar e 3.134 já recuperadas.

Hospitalizados
Entre pacientes de Sete Lagoas e de outras cidades da região, hoje são 28 internados por causas respiratórias, sendo 18 em leitos de enfermaria e dez em UTI. Nos leitos de UTI são seis pacientes de Sete Lagoas. A taxa de ocupação no SUS e na rede particular se mantém em 16,4%.

No Hospital Municipal há nove internados (cinco em UTI), no Hospital Nossa Senhora das Graças são 15 internados (em leitos do SUS são oito em enfermaria e quatro em UTI), no Hospital da Unimed temos três internados (um em UTI) e na UPA temos uma internação, em enfermaria. A taxa de ocupação de leitos de UTI Covid do SUS na cidade também se mantém em 28,3%.

Entre os 28 internados, 11 testaram positivo, sendo quatro deles de Sete Lagoas e os demais de Paraopeba, Pompéu, Inhaúma e Cachoeira da Prata e dos estados de Tocantins e São Paulo. Há ainda oito pacientes com resultado negativo e nove esperando resultados de exames.

Minas Consciente
Mesmo com os índices controlados da doença na maior parte do Estado, as macrorregiões Leste e Vale do Aço tiveram aumento no número de casos e, por isso, vão voltar para a onda amarela do plano estadual, restringindo algumas atividades. As decisões do Comitê Extraordinário Covid-19 passam a valer no próximo sábado, 7. No caso da macrorregião central, a qual Sete Lagoas faz parte, os números são considerados sob controle pelo Governo do Estado.

O governador Romeu Zema fez um apelo para que a população não se descuide. “No geral, os números estão melhorando, mas, infelizmente, tivemos duas regressões nesta semana. Duas regiões que estavam na onda verde precisarão retornar para a onda amarela porque a situação piorou. Fica muito claro que é necessário continuarmos com todos os cuidados. Estamos vendo, inclusive, em países em que a pandemia estava praticamente eliminada, o retorno de uma segunda onda. Fica o meu alerta de que não podemos baixar a guarda”, disse.

Apesar dos bons índices, o alerta permanece para que as medidas de segurança sejam constantes, como o uso de máscaras, a higiene das mãos e o distanciamento social. Dúvidas: 3773-2576 | Denúncias: 153 | Informações: www.setelagoas.mg.gov.br/coronavirus