PUBLICIDADE



PLANTãO REGIONAL

SETE LAGOAS

18, Janeiro de 2021

EXCLUSIVO - Filho de empresário é acusado de racismo e vai preso após agredir namorada

Foi registrado no sábado (16) à noite, em Sete Lagoas, grave agressão de um homem identificado como Renato Carneiro, contra a namorada, Laura, em sua residência – localizada na região central, em apartamento na orla da Lagoa Paulino. O autor, que é filho de empresário ligado a importante grupo do setor de laticínios na cidade, ainda é acusado de racismo. Ele se encontra preso na penitenciária local. Como estava agressivo e alterado, segundo BO, foi necessário utilizar spray de pimenta até sua imobilização com algemas.

Conforme boletim de ocorrência, uma confraternização acontecia na residência entre casais amigos. No entanto, após fazer uso de bebida alcoólica, Renato passou a ofender um dos convidados, que era negro, com as seguintes palavras: “Você é preto, pobre, fodido e eu sou rico. Você não merece a mulher que tem”. 

Para evitar o agravamento da situação, os convidados foram embora, permanecendo apenas Renato, a namorada Laura e uma amiga chamada Lilian.  Mas a confusão estava apenas começando: em determinado momento, segundo testemunha, Renato tomou o celular da namorada e trancou a porta, impedindo que saíssem. Ele então passou a agredi-la com tapas no rosto e empurrões. Lilian também sofreu empurrões ao tentar defender a amiga, já toda machucada.

Durante as agressões o autor ainda teria ameaçado a namorada de morte, dizendo que “iria mandar ela pra cova, que ela não sabia com quem estava mexendo, que ele era o macho dela”. Lilian então, segundo BO, ligou para os convidados que deixaram a reunião mais cedo pedindo por socorro.

Dois dos amigos retornaram e arrombaram a porta do apartamento, momento em que Lilian e Laura conseguiram fugir. A Polícia Militar foi acionada e Renato foi preso em flagrante; ele chegou a sofrer pequenos cortes na mão após por ter arremessado um copo contra a parede.

Não é a primeira vez que Renato aparece em ocorrência policial. Já foi registrado contra ele incidente após ingerir bebida alcoólica e entrar com o carro, importado e de luxo, em um posto de combustível localizado na rua Professor Abeylard. Abaixo, mensagem do homem que foi ofendido por Renato e fotos que circulam nas redes sociais:

“Ontem estávamos em um churrasco Total de 7 pessoas, 3 casais e 1 solteira. O domicílio era do  Renato Carneiro Rezende. A festa estava normal até que do nada o senhor Renato começou a me ofender utilizando as seguintes palavras: "Você é PRETO, NEGRO, pobre, um lixo, nunca terá nada nessa vida , eu sou rico como todas as mulheres que quero, faço o que quero coisa que vc nunca vai fazer" até então não entendi , fiquei meio aéreo pois não sabia que isso existia. Fui ao banheiro e lavei o rosto voltei e abaixei o som e pedi para ele repetir, o mesmo se alterou e começou a falar asneiras, eu levantei e fui pra cima dele e as pessoas me seguraram e pediram pra eu ir embora pra evitar maiores problemas. Como estamos no Brasil e realmente sou pobre resolvi ir embora, no caminho a amiga da namorada dele me liga e diz: voltem por favor com a polícia que o Renato está espancando a Laura, retornamos o quanto antes e arrombei a porta ele ia matar ela, pedi ela pra fugir e sua amiga, ele avançou pra cima de mim, derrubei ele no chão e aguardei a chegada da polícia . Resultado: Renato Carneiro Rezende É racista e perigo pra sociedade feminina”.

 









Contato

plantaoregional@gmail.com

(31)99986-1038


© 2020 Plantão Regional 24 Horas: Seu portal de notícias 24 Horas