PUBLICIDADE



PLANTãO REGIONAL

SETE LAGOAS

16, Abril de 2021

URGENTE - Arnaldo Nogueira morre vítima da Covid

Após vários dias lutando contra a Covid-19, o empresário e engenheiro civil Arnaldo Nogueira (foto) morreu na tarde desta sexta-feira (16), às 17h. Ele estava internado no Hospital da Unimed. Atuante, fez história em Sete Lagoas ao ser responsável pelas principais obras viárias estruturais da cidade.

Arnaldo Nogueira foi secretário de obras em diferentes administrações. Sua última colaboração na vida pública foi na presidência do SAAE, onde realizou notável trabalho durante os 22 meses que ficou à frente da autarquia na gestão passada, antes de entregar sua carta de exoneração em março de 2019.

O empresário nasceu em Andiroba, município de Esmeraldas, no dia 24 de setembro de 1950 e se graduou em Engenharia Civil pela UFMG em 1973. Iniciou a carreira em Curitiba (PR), quando especializou-se em Cálculo de Estruturas de Concreto Armado e nesta área trabalhou na Petrobrás e na construção de pontes e edifícios. A partir de 1979 iniciou carreira na área pública. 

Em Sete Lagoas, trabalhou, sempre na área de obras, com os prefeitos Afrânio Avelar, Marcelo Cecé, Ronaldo Canabrava,  Leone Maciel e Marcio Reinaldo. Entre as principais obras na cidade estão Hospital Municipal, PA Central (Samu), boulevard da Renato Azeredo, Norte-Sul, urbanização das lagoas, terminal rodoviário, obras de drenagem e 28 pontes.
 

Arnaldo Nogueira é filho José Geraldo Figueiredo e Julieta Brandão Nogueira ( falecidos). Membro de uma família de  9 irmãos e agora a única viva é Ana Maria Nogueira. Casado com Maria José Nogueira, pais de Juliano, Adriano, Roberta e Manuela. Também tem outros quatro filhos Lucas, Rubens, Álvaro e Albert. 

Ele estava internado desde o dia 20 de março no Hospital da Unimed em Sete Lagoas. Não será realizado velório. O corpo será cremado em Belo Horizonte no Cemitério Parque Renascer.