PUBLICIDADE



PLANTãO REGIONAL

SETE LAGOAS

02, Setembro de 2021

Fassa Bortolo inicia a produção em Matozinhos: primeiro cliente é a Arena MRV, do Galo

A Fassa Bortolo, empresa líder em argamassas e rejuntes para a construção civil na Itália, inicia neste mês de agosto suas operações industriais no Brasil (foto). A cidade de Matozinhos, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, em Minas Gerais, foi escolhida para sediar a primeira unidade Fassa Bortolo fora da Europa. Resultado de um investimento de R$ 150 milhões, a fábrica brasileira tem capacidade de produção de 300 mil toneladas por ano, em um turno de trabalho, de argamassas e rejuntes para aplicações residenciais e industriais. Inicialmente, as vendas serão concentradas no mercado de Minas Gerais.

“Acredito fortemente nesse projeto, pois fortalece nossa orientação para o desenvolvimento internacio­nal e nos coloca à frente do desafio do crescimento, que sempre nos acompanhou em nosso trabalho”, afirma Paolo Fassa, presidente da multinacional italiana, que nos últimos 15 anos vem liderando a expansão da empresa, que hoje possui 18 fábricas e operações em seis países europeus.

Ao mesmo tempo em que iniciou a produção, a Fassa Bortolo fechou acordo de parceria com a Arena MRV para ser fornecedor oficial de argamassas e rejuntes para a obra. Ou seja, o primeiro cliente da empresa é uma das maiores iniciativas da construção civil privada do estado de Minas Gerais. A Fassa Bortolo fornecerá à Arena MRV cerca de 3 mil toneladas de produtos entre setembro deste ano e dezembro de 2022. Em troca, dará seu nome ao centro de experiências criado para recepcionar torcedores que queiram acompanhar o andamento da construção do estádio, poderá usar a marca da Arena MRV em sua comunicação e nas redes sociais, entre outras ações conjuntas.

Um dos diferenciais da Fassa Bortolo no mercado brasileiro é exatamente dirigido à indústria da construção. Ao invés de entregar o produto em sacos, a Fassa Bortolo poderá instalar nos canteiros de obra, se esta for a opção do cliente, silos especiais e um equipamento que permite o bombeamento vertical da argamassa e posterior jateamento sobre superfícies. O sistema diminui o número de entregas, elimina o descarte das embalagens, preserva o produto, acelera a aplicação e minimiza o desperdício. “Esse é um exemplo do compromisso da empresa com a sustentabilidade”, diz Ivan Aliberti, procurador da Fassa Bortolo e responsável pela gestão organizacional e administrativa da empresa no Brasil.

No varejo a empresa atuará em centros de distribuição e lojas e material de construção. Serão oferecidas, inicialmente, argamassas básicas, colantes e técnicas, uma linha de impermeabilizantes e outra de rejuntes. Em suas diversas especificações, cores e tipos de embalagem, serão mais de 150 produtos diferentes, capazes atender as necessidades de todo tipo de obra, dos pequenos retoques às grandes construções. “Esse setor está em crescimento no Brasil e há espaço para novidades tecnológicas”, diz o representante da Fassa Bortolo.

Com mais de 300 anos de história, a Fassa Bortolo possui 18 centros de produção na Itália e em Portugal. Possui filiais comerciais na Suíça, na Espanha, na França e na Grã-Bretanha. Ao todo, são mais de 1,3 mil colaboradores. No Brasil, inicialmente, a Fassa Bortolo prevê a contratação de cerca de 80 colaboradores diretos, dos quais 30 na área produtiva.

 

Fassa do Brasil: projeto baseado na sustentabilidade

A cidade de Matozinhos foi escolhida em função das grandes reservas de calcário de alta qualidade, matéria-prima para a fabricação dos produtos da companhia. E Minas Gerais é um importante mercado regional no Brasil, grande o bastante para o início das operações Fassa Bortolo no Brasil. Por questões logísticas ligadas ao produto, a princípio, a empresa operará comercialmente apenas em território mineiro.

A fábrica em Matozinhos, que começou a ser construída em fevereiro de 2020 e ocupa uma área de 50 mil metros quadrados, tem layout, estrutura e equipamentos iguais aos de outras instalações da Fassa no mundo, garantindo o padrão internacional Fassa Bortolo de qualidade e de sustentabilidade, atendendo a legislação brasileira em termos de emissão de ruídos, emissões de gases e particulados na atmosfera.

Um exemplo é a usina de produção de argamassa, que é equipada com filtros para captação de poeira e fuligem. A unidade de produção de rejuntes possui sistemas de contenção e tratamento de resíduos. Toda a água utilizada para higiene, limpeza e cozinha será tratada internamente, antes de ser devolvida ao ambiente. Uma grande área de mata nativa dentro do terreno Fassa será mantida e preservada.

A unidade de Matozinhos também abriga os escritórios da área administrativa da empresa no Brasil, um refeitório para empregados, depósito de materiais prontos, área de guarda dos silos e equipamentos de aplicação industrial e oficina de reparos.

Tecnologia derivada de 300 anos de história

A Fassa é uma marca histórica da construção civil italiana. Fundada em 1710, em seus mais de 300 anos de existência foi uma empresa pioneira em diversas áreas de atuação. Foi a primeira a introduzir argamassas pré-misturadas para qualquer tipo de construção e tecnologias inovadoras para aplicação, como os silos para obras de grande porte.

A empresa possui um laboratório próprio, dedicado à análise, à experimentação e aos testes de funcionalidade dos materiais para prever o seu comportamento nas diferentes condições ambientais e estudar soluções eficazes para seus clientes. É dedicada à inovação e ao respeito pelo meio ambiente. Isso inclui uma equipe especializada e qualificada, na pesquisa, extração e processamento de matérias-primas. A Fassa Bortolo possui certificações de qualidade da União Europeia e de diversos países europeus.