PUBLICIDADE



PLANTãO REGIONAL

SETE LAGOAS

22, Setembro de 2021

Acusado de matar mulher em condomínio localizado em Funilândia se apresenta à polícia

O suspeito do feminicídio ocorrido em Funilândia na última quarta-feira (15), se apresentou na tarde de terça-feira(21) à Polícia Civil.

Pablo Rangel Tavares, 42 anos, é suspeito de matar a companheira, Marli Rocha Batista, a golpes de faca. A Delegada Fernanda Mara, responsável pelo inquérito Polícia, já havia pedido a prisão do mesmo e após os procedimentos o homem foi encaminhado ao sistema prisional.O inquérito ainda está andamento e a Polícia Civil segue com as investigações.

O crime
Na data de 15 de agosto de 2021, por volta das 11h38, a Polícia Militar foi acionada para comparecer ao condomínio Vale do Sol, onde haveria ocorrido um crime de feminicídio.

Um homem identificado como Pablo Rangel Tavares, foi buscar seus pertences na casa localizada no condomínio. Porém, sua companheira, Marli Rocha Batista, teria se armado de uma faca e passou a agredir a sogra, o que gerou a reação de Pablo. Ele tomou a faca da mulher e a matou, com diversos golpes. 

Ele já foi funcionário da Siderúrgica AVG. Já a companheira morta, Marli Batista, era engajada na causa de proteção aos animais. Na casa, foi encontrado por policiais munições de diferentes armas, inclusive mira à laser.