PUBLICIDADE



PLANTãO REGIONAL

FUNILâNDIA

05, Outubro de 2021

Polícia Civil reconstitui assassinato ocorrido em condomínio em Funilândia

A Polícia Civil de Minas Gerais, através da Delegacia de Homicídios e Proteção a Pessoa realizou na manhã desta segunda-feira, 04/10, a reconstituição do feminicidio ocorrido em 15/09, em um condomínio na cidade de Funilândia. A reconstituição faz parte das investigações, onde procura apurar o modus operandi do crime.

Pablo Rangel Tavares (foto), 42 anos, é suspeito de matar a companheira, Marli Rocha Batista (foto), a golpes de faca. O suspeito, que teve sua prisão temporária decretada, continua preso. A Polícia Civil  segue com as investigações. 

RELEMBRE O CAS
Na data de 15 de agosto de 2021, por volta das 11h38, a Polícia Militar foi acionada para comparecer ao condomínio Vale do Sol, em Funilândia, onde haveria ocorrido um crime de feminicídio.. Um homem identificado como Pablo Rangel Tavares, foi buscar seus pertences na casa localizada no condomínio. Porém, sua companheira, Marli Rocha Batista, teria se armado de uma faca e passou a agredir a sogra, o que gerou a reação de Pablo. Ele tomou a faca da mulher e a matou, com diversos golpes. Em seguida Pablo fugiu e se apresentou posteriormente à polícia.