PUBLICIDADE



PLANTãO REGIONAL

SETE LAGOAS

20, Maio de 2022

DDD: vereadores Júnior Sousa e Ivson Gomes usam até tremores de terra para propagar mentiras

Despreparados, Desorientados e Desinformados: com a sanha de culpar o prefeito Duílio de Castro por todos os problemas do mundo, os vereadores

Despreparados, Desorientados e Desinformados: com a sanha de culpar o prefeito Duílio de Castro por todos os problemas do mundo, os vereadores "DDD" Ivson Gomes e Júnior Sousa protagonizaram nas últimas semanas publicações vergonhosas, demonstrando o completo despreparo para a função de legislador. O pano de fundo foram os recentes tremores de terra ocorridos na cidade nos dias 29 de abril e 15 de maio.

Os edis não perderam a oportunidade de "culpar" o prefeito Duílio de Castro pelo fenômeno natural. Vale lembrar que em abril o tremor de terra já foi sentido em Prudente de Morais e toda a região é cárstica. Um solo cárstico é caracterizado por seu relevo com dissolução/corrosão de rochas, formando uma série de feições como cavernas, grutas, lapas, abrigos, dolinas, rios subterrâneos, paredões rochosos, lapiás, entre outros. O que, a princípio, facilita a captação de águas subterrâneas, principal fonte de abastecimento de Sete Lagoas por décadas, por outro lado leva a tremores ocasionais, que podem ser de baixa ou de alta intensidade (escala Richter).

No dia 30 de abril, Ivson Gomes postou em suas redes sociais: "Depois do terremoto em Sete Lagoas alguém viu o prefeito? Será que ele vai dar desculpa dos buracos o terremoto, ou caiu em um buraco?".

 

Já Júnior Sousa postou no dia 17 de maio: "Estamos realizando pedido de esclarecimentos da Secretaria de Meio Ambiente, que responda de forma URGENTE e tenha um posicionamento sobre os abalos sísmicos seguidos de explosões! Apenas em Sete Lagoas ocorreu tremores com explosões. Isso NÃO é normal em menos de 1 mês!"

 

 

O edil, pelo visto, desconhece as atribuições da Secretaria Municipal de Meio Ambiente. O órgão público responsável pelo estudo de fenômenos geológicos é o Serviço Geológico do Brasil (SGB), empresa pública vinculada ao Ministério de Minas e Energia. Ou seja: não é um problema local, só de Sete Lagoas, tampouco de responsabilidade da Prefeitura ou do prefeito. A profundidade do epicentro foi de 11,7 km e o horário exato do abalo registrado pelo Observatório Sismológico (SIS) da Universidade de Brasília (UnB) foi às 21h53.

 

Além de Prudente de Morais em abril, a região de Divinópolis também vem relatando ocorrências de tremores pelo menos desde o dia 10 de janeiro, chegando a 4.5 pontos na escala Richter. Poços de Caldas também foi outra cidade que relatou tremores no final de fevereiro. Segundo dados do Núcleo de Estudos Sismológicos da Universidade Estadual de Montes Claros (NES/Unimontes), Montes Claros lidera o ranking mineiro de cidades com abalos sísmicos no período entre 2014-2022, com 40 ocorrências, seguido de perto por Jaíba (38). Outras três localidades também chamam a atenção pela maior incidência de abalos naturais: Itacarambi (12), Januária (7) e Curral de Dentro (6).

 

Mas é claro que, para Ivson e o blogueiro Júnior Sousa, a culpa é do prefeito de Sete Lagoas. Já que colocam a culpa pelo frio no gestor municipal também. Júnior Sousa chegou inclusive a postar uma foto fake de um clarão que seria na região do Barreiro, relatando uma explosão, não confirmada pelo Corpo de Bombeiros nem por nenhuma indústria da região. Na verdade, trata-se de um print de um vídeo de um clarão em março de 2005, na Rússia. Confira: https://www.youtube.com/watch?v=H3b0Ldmd6dY

 

 

Talvez o blogueiro, famoso por espalhar fake news, estivesse fazendo menção a um áudio de Whatsapp que virou meme na cidade, em que uma moradora suspeita da queda de um disco voador: “Olá, boa noite, Lucy. Aqui, minha filha, já tá correndo o boato de que foi uma nave espacial que caiu lá no Barreiro. Agora ‘cê’ vê que ideia, será? Deus me livre. É só Deus mesmo para nos livrar de tanta coisa que está acontecendo, boa noite”, completa ela. Ouça o áudio: https://twitter.com/portal_bhaz/status/1520447100777021441

 

NAVE ESPACIAL PROVOCOU TREMOR EM SETE LAGOAS?

Esse é o boato que corre por lá.
Será?

😂😂 pic.twitter.com/DWGyJhVyrQ

— BHAZ (@portal_bhaz) April 30, 2022

 

Só Deus mesmo para nos proteger de vereadores tão despreparados, desorientados e desinformados.


* Na edição do JORNAL SETE DIAS desta sexta-feira (20/05), o geólogo David Ribeiro Lima, consultor de Engenharia Geotécnica com 17 anos de experiência, deu as seguintes informações sobre os tremores.

 - De acordo com o geólogo David Ribeiro Lima, o tremor de magnitude 3 pode sim ser percebido pelas pessoas, mas raramente provoca danos. “O tremor de 2.6mB, em geral, não e percebido pelas pessoas, somente pelos sismógrafos e não tem potencial para danos. Porém, a magnitude a partir da qual devemos nos preocupar é a de 4mB, a qual poderá ser percebido o tremor dos objetos dentro de casa. Danos menores também poderão ocorrer as habitações”, alertou.

Segundo ele, ao perceber um tremor maior magnitude, as pessoas devem se abaixar, procurar cobertura e aguardar até que o abalo passe. “A intensidade dos tremores registrados até o momento não indica potencial de danos em estruturas e obras civis. Não dá pra cravar os motivos desses tremores em Sete Lagoas, mas acredito que os mesmos estão associados a desabamentos de grande porte em cavernas ou cavas subterrâneas”, explicou.

Apesar dos sustos, David Lima considera que nos casos dos dois últimos dois tremores sentidos, até o momento nenhuma ação preventiva é necessária por parte do poder público ou Defesa Civil.









Contato

plantaoregional@gmail.com


© 2020 Plantão Regional 24 Horas: Seu portal de notícias 24 Horas