PUBLICIDADE



PLANTãO REGIONAL

SETE LAGOAS

06, Julho de 2022

CAIO VALACE EXPÕE MENTIRA DE JUNIOR SOUSA – COMEÇOU O ESTELIONATO ELEITORAL! R$ 22 MILHÕES PARA A SAÚDE NÃO EXISTEM

O vereador Caio Valace, durante reunião da Câmara Municipal realizada na última terça-feira, provou ser mentira anúncio feito pelo deputado estadual Douglas Melo e seu pupilo, blogueiro e vereador Gilmar Júnior Sousa, ambos no PSD: ao contrário do que disseram, a cidade não recebeu R$ 22 milhões em recursos para a Saúde via o senador Alexandre Silveira.

No dia 6 de março, há quase quatro meses, os dois aliados políticos, ao lado do senador Alexandre da Silveira, também do PSD, anunciaram que a Saúde de Sete Lagoas havia recebido mais de R$ 22 milhões em recursos. O vídeo foi gravado em um domingo, em Belo Horizonte. Na ocasião, o senador, que disputa a reeleição, gravou vídeos com promessas a vários outros pré-candidatos nas próximas eleições. 

Para Caio Valace, começou estelionato eleitoral, quando o eleitor desavisado acredita e vota no candidato que faz promessas mentirosas ou divulgam ações que simplesmente não aconteceram. “Em março encaminhei ofício ao então secretário de Saúde, Flávio Pimenta, solicitando informações sobre recursos parlamentares enviados ao município. Porém, em resposta, fui informado que não foi cadastrado nenhuma proposta referente a 22 milhões. Os recursos do Fundo Nacional de Saúde totalizaram um valor de R$ 15 milhões, isso em 2021.  Agora a gente vê nas redes sociais do deputado Douglas Melo que havia conseguido o recurso de R$ 22 milhões junto ao Senador Alexandre Silveira (de R$ 22 milhões). Fizemos audiência pública, e os R$ 15 milhões entraram nos cofres do município e as contas foram prestadas. Recursos repassados até o dia 31 de dezembro do ano passado. Agora solicito que se monte uma Comissão para apurar onde estão esses R$ 22 milhões que Junior Sousa e Douglas Melo estão falando que foram liberados pelo senador Alexandre Silveira”, afirmou Valace.

“É impossível que Alexandre Silveira tenha viabilizado o recurso. Ele tomou posse como Senador este ano, no dia 2 de fevereiro… Como ele poderia ter indicado, ele não era sequer Senador. O prazo decorrente o processo eleitoral acabou e ele poderia ter enviado, mas não enviou. Não somos soberbos, não dispensamos recursos. Aí vem uma veiculação nas redes sociais que conseguiram esse recurso. Não procede sob nenhum argumento técnico, jurídico e constitucional a liberação desse montante. O Legislativo não pode deixar isso passar em branco. Estamos sendo cobrados, cadê os R$ 22 milhões de Alexandre Silveira? No afã de ficar bem posicionado com a população, de captar votos para seu projeto político e individual, político tem que mostrar o que está fazendo, mas mentir dessa forma não. Junior Sousa mostrou as datas, só que ele esqueceu de olhar o dia em que hoje senador Alexandre tomou posse. Não há compatibilidade temporal e jurídica para ter feito esse repasse. Não veio dinheiro pelas mãos de Alexandre e muito menos pelas mãos de Douglas Melo ou Junior Sousa”, completou Caio Valace.

O secretário municipal de Saúde de Sete Lagoas, Dr. Marcelo Fernandes, gravou um vídeo onde que afirma que, até o momento, nem um centavo do valor informado foi repassado à Saúde do Município. "Está circulando nas redes sociais e em um jornal distribuído pela cidade, do deputado Douglas Melo e do vereador Júnior Sousa, que teriam conseguido 22 milhões de reais  para a Secretaria de Saúde de Sete Lagoas. Isso não é verdade!", desmentiu o secretário.

Dr. Marcelo Fernandes fez ainda um desabafo. "Aliás, quero dizer ao deputado Douglas Melo e ao vereador Júnior Sousa que só porque está chegando perto das eleições, querer levar frutos políticos com mentiras... Eu, como secretário de Saúde, não posso deixar de levar a informação correta à população de Sete Lagoas, que essa informação  é totalmente descabida e mentirosa. Nossos arquivos de transferência de recursos estão  abertos para qualquer cidadão comprovar a veracidade  da minha fala", finalizou o secretário.

Para o blogueiro vereador, é apenas mais uma fake news desmentida. Para o deputado, uma evidência de que, ou foi enganado pelo senador ou também quer enganar a população. Dinheiro público, ainda mais da Saúde, é coisa séria e o eleitor não deve se deixar enganar com qualquer tipo de politicagem, da velha política, com um assunto tão sério. E a pergunta continua: cadê o dinheiro, senador? Cadê o dinheiro, deputado? Cadê o dinheiro, vereador?









Contato

plantaoregional@gmail.com


© 2020 Plantão Regional 24 Horas: Seu portal de notícias 24 Horas